quinta-feira, 24 de junho de 2010

NY encontra restos de vítimas a ataque do World Trade Center

     Quase nove anos após os atentados de 11 de setembro de 2001 contra as torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York, nos Estados Unidos, autoridades municipais anunciaram ter encontrado os restos mortais de 72 pessoas entre os escombros dos prédios derrubados, informou na quarta-feira, 23, o jornal britânico Daily Telegraph.
     De acordo com a prefeitura, a peneiração de mais de 600 metros cúbicos de escombros revelou os restos mortais das vítimas dos atentados, provocados pela rede Al Qaeda, do terrorista saudita Osama bin Laden. A nova etapa de buscas começou em abril e terminou na última sexta-feira, 18.
     De acordo com o jornal britânico, 37 dos restos mortais estavam nos escombros retirados da West Street, uma rodovia a oeste dos prédios. O local só se tornou acessível nos últimos meses, quando as últimas equipes de reconstrução conseguiram abrir caminho.
     A cidade de Nova York começou uma nova fase de buscas em 2006. Desde então, mais de 1.800 restos mortais foram encontrados, mas nem todos puderam ser identificados.
     Atentados mudaram o mundo
     No dia 11 de setembro de 2001, terroristas da rede Al Qaeda sequestraram quatro aviões comerciais com o objetivo de jogá-los contra alvos civis e militares dos Estados Unidos.
     Duas das aeronaves atingiram as torres gêmeas do complexo World Trade Center, símbolos da cidade de Nova York. Poucas horas depois, ambos os prédios desabaram, matando cerca de 3.000 pessoas, embora a cifra exata seja desconhecida.
     Outro avião atingiu o prédio do Pentágono, em Washington, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. A quarta aeronave, que tinha como alvo a Casa Branca, sede do governo, caiu em uma área descampada no Estado da Pensilvânia, após uma luta entre terroristas e passageiros.
     Os atentados levaram a uma radical mudança na política externa americana, que passaram a considerar inimiga qualquer nação suspeita de abrigar terroristas. Em 2001, os EUA invadiram o Afeganistão, onde supostamente se escondiam os terroristas da rede Al Qaeda. A guerra contra os insurgentes do Taleban, que dominavam o país na época da intervenção, continua até hoje. Bin Laden não foi encontrado.
fonte: Creio

Nenhum comentário: