sábado, 19 de junho de 2010

Estudantes do Mackenzie são presos por envolvimento com tráfico

Após infiltrar agentes na região da universidade, policiais prenderam 20 pessoas suspeitas de vender ou portar drogas
Por Sheila Bastos
     Vinte pessoas suspeitas de vender ou portar drogas como maconha, cocaína e lança-perfume foram detidas nesta sexta-feira durante ação da Polícia Civil nas proximidades da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em Higienópolis, região central de São Paulo.
     A operação contou com 30 policiais e foi coordenada pelo Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic).
      Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, supervisor do Garra, a freqüência é formada por estudantes da universidade e da escola de enfermagem da Santa Casa.
     A ação acontece após 30 dias de apurações realizadas em bares das ruas Doutor Cesário Mota Júnior e Maria Borba.
     De acordo com o Deic, parte das pessoas detidas foi monitorada pela polícia durante as investigações. Investigadores se infiltraram entre os estudantes, usuários e traficantes que frequentam os bares da região e filmaram a movimentação. Segundo a polícia, foi constatado o uso constante de maconha, cocaína e lança-perfume pelos jovens. Imagens da movimentação foram registradas pelos policiais.
     Em nota, o Mackenzie informou ter tomado ciência dos fatos e argumentou que o episódio aconteceu fora das dependências do campus da universidade. “A instituição não tem ingerência em ações ocorridas em espaço público”, diz a nota.
     A universidade informou ainda que desenvolve campanhas antidrogas em seus campi e que orienta os alunos sobre os malefícios no uso de drogas ilícitas e lícitas.
O Gelileo Com informações da Folha SP / Ultimo Segundo

Nenhum comentário: