sexta-feira, 30 de abril de 2010

Cinquentenário da AD Belém - Setor 19 Guarulhos

    O setor de Guarulhos está em festa e tem muito a comemorar. A partir de 26 de abril esta realizando uma semana de culto em gratidão e louvor a Deus pelos cinquenta anos da Igreja em Jardim Tranquilidade.
    Aquela pequena igreja inaugurada como uma das congregações do setor de Tucuruvi, tornou-se a sede setorial de Guarulhos recebendo o número 19. Hoje o setor 19 é bastante conhecido e louva a Deus pela harmonia de que desfruta. O grupo de obreiros é composto por: 32 pastores, 46 evangelistas, 275 presbíteros, 391 diáconos e 692 cooperadores para atenderem as 93 congregações e 6 pontos de pregação, que acolhem, por volta de 14 mil irmãos entre membros e congregados. O trabalho de Escola Dominical é muito ativo contando com mais de 9 mil alunos.
    Os grupos de louvor, em atividade ou em formação, se constituem de coral (em desuso em muitos lugares), de crianças, adolescentes, jovens, Círculo de Oração, bandas, orquestras e instrumentais. O hinário oficial é a harpa cristã.
    O pastor José Wellington da costa Jr. (Vice-presidente AD-Belém e setorial) relata: “Essa breve estatística justifica a nossa alegria e os motivos para uma celebração. Deus tem estado presente em nossas reuniões, quando somos privilegiados ao vermos Jesus realizando maravilhas. Crentes recebendo o batismo no Espírito Santo em todas as faixas etárias, salvação de vidas, novos convertidos sendo batizados nas águas, renovação espiritual, curas, retorno dos afastados e com muita alegria recebendo irmãos de outras Igrejas ou lugares. O ministério da Igreja, através de seu presidente, Pr. José Wellington Bezerra da Costa tem dado todo o apoio espiritual, logístico e patrimonial para o nosso setor, adquirindo propriedades e construindo novos templos. É claro que o apoio da membresia da Igreja é fundamental nessas aquisições e edificações, pois são fiéis nos dízimos e ofertas além de promoverem campanhas para compra de terrenos, construções dos templos, bancada, instrumentos, equipamentos de som e ornamentos em geral. Agradeço a Deus pelo interesse e voluntariedade de todos os irmãos deste setor e, acima de tudo, na demonstração de amor pela Igreja e compromisso pela manutenção de sua doutrina e costumes. É muito bom fazer parte deste setor, pois aqui nos sentimos como membros de uma grande família”.
Fonte: pastorwellingtonjunior.blogspot.com

AD Belém Setor 53 Itaim Paulista celebra aniversário do Pastor Elias Camilo dos Santos

     A Assembleia de Deus, Ministério do Belém no Itaim Paulista, setor 53, esteve em festa na noite de quinta feira, 29 de abril, cerca de 1,7 mil pessoas superlotaram o novo templo-sede do setor para celebrar o culto em ação de graças ao Senhor por mais um ano de vida de seu pastor setorial, Elias Camilo dos Santos.
     O pastor José Wellington Bezerra da Costa, presidente da AD em São Paulo, Ministério do Belém; da Convenção Fraternal Inter-estadual das ADs em São Paulo, CONFRADESP e da Convenção Geral das ADs no Brasil, CGADB; que esteve acompanhado de sua esposa, irmã Wanda Freire da Costa, Líder da UNEMAD, União das Esposas de Ministros das ADs no Brasil foi o responsável pela direção do trabalho.
     O pastor José Pereira da Silva, líder da AD-Belém em Itaquera, setor 9 e 1º secretário do Ministério falou ao aniversariante em nome de todos os pastores e obreiros do Ministério na Capital, em nome da Convenção Geral e da Convenção Estadual, seu líder, pastor José Wellington homenageou o aniversariante e relembrou o tempo em que o pastor Elias Camilo ainda era o maestro do coral da igreja em Parque São Lucas.
     Diversos pastores setoriais estiveram presentes e muitos enviaram seus representantes, o pré-candidato à Câmara Federal escolhido pela Convenção da AD em São Paulo, pastor Paulo Roberto Freire da Costa também presidente da AD em Campinas esteve presente, bem como o pré-candidato da Convenção a Assembleia Legislativa pastor Adilson Rossi, líder da AD na Praça da Sé também parabenizou o aniversariante e entoou um de seus belos hinos.
     O grande coral composto de 600 irmãs, outro grande coral de Crianças, Jovens, Adolescentes e uma bela Orquestra foram os responsáveis pelos louvores a Deus na noite festiva.
Fonte: texto e fotos Blog: prjosewellington.blogspot.com

Encontro serviu para impedir aprovação da profissão de teólogo

EM BRASÍLIA COMISSÃO QUER SOLUÇÃO
Encontro serviu para impedir aprovação da profissão de teólogo
Por: Redação Creio
     O diretor da Faculdade Teológica Batista de São Paulo, Lourenço Stelio Rega, esteve no dia 30 de março, juntamente com a professora Klaudy Garros, no gabinete do senador Paulo Paim, relator da comissão que julga aprovação do projeto de lei, de autoria do senador Marcelo Crivela (PRB) que torna profissão o exercício da teologia. Eles foram recepcionados pelo assessor Francisco Canindé de Oliveira. O assunto foi divulgado com exclusividade pelo CREIO em março de 2010.
     De acordo com Stelio Rega a reunião foi produtiva e pode esclarecer os equívocos do Projeto de Lei quanto à conceituação do que seria o teólogo. “O Senador imaginava que o PLS estaria abarcando em torno de milhões de teólogos no Brasil, conforme seu assessor nos indagou na audiência. Ainda conversamos sobre a preocupação com a criação do Conselho de Teologia, o que parecia configurar uma fonte de rendimento duvidosa, pois imagine a somatória de todos os padres, sacerdotes, pais de santo, rabinos, sheikes, pastores, evangelistas, tendo de se filiar ao Conselho e pagando anuidades. Quem geriria este Conselho, o que seria feito com os recursos”, alertou.
     Por meio do assessor, o Senador deixou a incumbência de levar dados mais precisos em termos numéricos e conceituais a cerca do tema. Até o final de abril deveria ter novo encontro.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Um mundo sem temor!

Algumas matérias aqui publicadas nos apontam que o mundo a cada dia brinca mais com as coisas de Deus.

Igreja faz cultos para nudistas com pastor nu
     Até o pastor reza como veio ao mundo na igreja, no estado da Virgínia. Uma igreja no Estado americano da Virginia (nordeste dos Estados Unidos) está causando polêmica ao receber fiéis nus. Até o pastor celebra o culto como veio ao mundo. Na capela de Whitetail – uma comunidade nudista fundada em 1984, na cidade de Ivor, roupas são um item opcional.
     “Eu não acredito que Deus se importe com a maneira como você se veste quando você faz suas orações. O negócio é fazer as orações”, diz Richard Foley, um dos frequentadores.
     Mas, entre os que não fazem parte da congregação, a ideia de uma igreja nudista não agrada muito. Várias pessoas ouvidas nas ruas de Ivor se surpreenderam e disseram achar o conceito de uma igreja nudista desrespeitoso. O pastor Allen Parker discorda: “Jesus estava nu em momentos fundamentais de sua vida. Quando ele nasceu estava nu, quando foi crucificado estava nu e quando ressuscitou, ele deixou suas roupas sobre o túmulo e estava nu. Se Deus nos fez deste jeito, como isso pode ser errado?”
Lucro
     A comunidade nudista de Whitetail vai de vento em popa apesar dos tempos de crise. Segundo a administração do resort, mais de dez mil pessoas visitaram o local no último ano e os lucros subiram 12% no período. Os visitantes dizem que ser nudista é algo libertador. Para eles, em um ambiente como este não há julgamento de classe social e todos ficam livres para ser quem realmente são. Além disso, o clima seria de igualdade. Um frequentador exemplificou isso dizendo que, na comunidade, não é possível dizer quem está desempregado, quem é alto-executivo e quem é encanador.
     “Aqui, todos participam, todos são compreensivos e preocupados com a comunidade e com a família. Temos uma das congregações mais ativas da região. Eu considero isso um presente de Deus e um privilégio”, disse o pastor Parker.
Fonte: Melodia

OBRA POLÊMICA

Quadro em que Jesus segura corpo de
Michael Jackson é impactante

    O fotógrafo David LaChapelle inaugurou nesta terça-feira, 27, na galeria Robilant & Voena, em Londres, a exposição The Rape of Africa. A fotografia intitulada American Jesus: Hold Me, Carry Me Boldly, Hawaii, que reproduz a escultura Pietá, de Michelangelo, e traz Jesus segurando o corpo de Michael Jackson, é sem dúvida a imagem mais impactante da mostra.
    Ainda este ano uma exposição também gerou muita polêmica, uma foto de Jesus gay é rodeado por outros homens sem camisa e tatuados, alguns deles em poses sensuais. Essa é a leitura do fotógrafo espanhol Fernando Bayona para o quadro “A Última Ceia”, de Leonardo da Vinci, uma das obras mais clássicas do Renascentismo.
    O que parecia ser uma clara provocação à Igreja Católica e seus dogmas se transformou em alvo de manifestações homofóbicas de grupos ultraconservadores de Granada, na Espanha. A foto em questão fazia parte da mostra “Circus Christi”, que teve de ser cancelada após a galeria que a abrigava sofrer atos de vandalismo.
    Em entrevista ao site, Fernando Bayona conta que não quis criar polêmica com as imagens, entre elas a que o artista intitulou de “Beijo de Judas”, na qual dois modelos masculinos, um com a camisa aberta no peito, trocam carícias.
Fonte: CREIO / Extra / Adiberj

Polícia vai investigar legalidade de igreja em Niterói fundada por pastor preso

   A Polícia Civil vai investigar a legalidade da Igreja Pentecostal Amigos de Cristo, em Niterói, fundada pelo pastor foragido da Justiça Antonio Luiz Fontes, de 48 anos, preso na noite de terça-feira.
   Com quatro condenações por estelionato e roubo, além processos em andamento pelos crimes de homicídio e receptação no interior do estado, Antonio confessou ainda, na polícia, ser comprador de carros "salvados" - veículos que sofreram perda total e, depois de recuperados, foram vendidos a terceiros.
   Segundo o titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), Márcio Mendonça, a segunda parte da investigação será focada no destino do dinheiro que Antonio arrecadava dos fiéis.
   - Se ficar comprovada a ilegalidade da abertura da igreja ou que o dinheiro era usado para benefício próprio, ele passará a responder por mais um crime: estelionato - disse o delegado.
    Após três meses de investigação, os policiais se posionaram em frente à igreja, no bairro do Fonseca, para prender o pastor. Muitos fiés estavam na porta e aguardavam pelas pregações de Antonio, que, ao chegar, recebeu voz de prisão.
    - Como é uma pessoa criminosa, ficamos preocupados com a possibilidade de o pastor estar armado e fazer um membro da igreja refém. Optamos em prendê-lo antes. Fomos rápidos e não houve tumulto entre os fiés - contou o delegado.
Fonte: FG

Representantes de igrejas defendem projeto que regulamenta liberdade religiosa


    Representantes das igrejas católica, evangélica e espírita defenderam nesta quarta-feira (28), durante reunião realizada pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), a aprovação do projeto de lei que regulamenta e assegura o livre exercício da crença e dos cultos religiosos em todo país, já previstos na Constituição.
    De autoria do deputado George Hilton (PRB-MG), o projeto (PLC 160/09), em tramitação no colegiado, protege os locais de cultos, as liturgias e a inviolabilidade de crença. Sobre a questão do ensino religioso nas escolas, a proposta define que a matrícula é facultativa, assegurado o respeito à diversidade religiosa.
    O projeto reconhece o direito ao registro das religiões como personalidades jurídicas, as quais, quando voltadas para a assistência social, deverão usufruir também de todos os direitos, isenções, imunidades e demais benefícios concedidos a entidades nacionais de natureza semelhante. O projeto tem parecer favorável do relator na CE, senador Inácio Arruda (PCdoB-CE).
Sem privilégios
    O representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Jesus Sanches, destacou que o projeto promove o livre exercício da crença e dos cultos religiosos, além de reconhecer a personalidade jurídica das igrejas. Segundo ele, a proposta defende o pluralismo religioso e não privilegia nenhuma crença. Por isso, pediu aos senadores a aprovação da proposta.
    O religioso lembrou acordo entre o Brasil e a Santa Sé, assinado em 2008 e já referendado pelo Congresso, relativo ao estatuto jurídico da Igreja Católica no país. Conforme o autor do PLC 160/09, deputado George Hilton (PRB-MG), o acordo firmado com o Vaticano motivou a apresentação da proposta, que se apóia no princípio constitucional de igualdade religiosa.
    Presente ao debate, o presidente da Federação Espírita Brasileira, Nestor Masotti, disse ser o projeto um esforço no sentido de pluralizar e garantir o culto de todas as religiões em solo brasileiro. No entender dele, a proposta, se aprovada, irá contribuir para o fortalecimento da solidariedade humana. O projeto concede liberdade para assistência espiritual dos fiéis internados em hospitais, casas de correção e presídios.
    A vice-presidente da Associação Brasileira de Liberdade Religiosa e Cidadania, Maria Cláudia Pinheiro, defendeu que judeus, muçulmanos e ateus também participem dos debates sobre a proposta. O senador Flávio Arns (PSDB-PR), que presidiu a reunião, informou que esses segmentos também serão convidados a opinar.
    Maria Cláudia deixou disse que a liberdade religiosa "também compreende a liberdade de não crer ou duvidar". Ela defendeu ainda a interferência mínima do Estado no conteúdo das doutrinas religiosas a serem ministradas nas escolas.
    Também apoiaram a aprovação do projeto o representante da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Carlos de Oliveira, e o pastor Carlos Augusto, da Igreja Luterana, para quem o projeto premia décadas de reflexão sobre o assunto.
Fonte: Folha Gosple/por Agência Senado

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Pregador americano é preso na Inglaterra por declarar que a conduta homossexual é pecado

Por Hilary White
    Um americano que prega nas ruas foi preso e multado em 1.000 libras em Glasgow por dizer a uma pessoa que estava passando na calçada, em resposta direta a uma pergunta, que a atividade homossexual é pecado. Shawn Holes passou a noite de 18 de março na cadeia, e de manhã confessou culpa diante das acusações de que ele havia feito “comentários homofóbicos… com o agravante de preconceito religioso”.
    Holes, de 47 anos, é um fotógrafo de casamentos da cidade de Lake Placid, Nova Iorque, e estava em Glasgow como parte de uma turnê de pregações na Inglaterra com um grupo de colegas ingleses e americanos. Ele disse: “Eu estava conversando de modo geral sobre Cristianismo e pecado”.
    “Só falei sobre essas outras questões porque as outras pessoas fizeram perguntas específicas. Havia homossexuais escutando — por volta de seis ou oito — que estavam se beijando e se amassando, e perguntando: ‘O que você pensa disto?’” Um grupo de homossexuais foi até a polícia com uma queixa. Holes mais tarde disse que a situação parecia como uma “armação de ativistas gays”.
    “Quando me fizeram perguntas diretas sobre a homossexualidade, eu lhes disse que os homossexuais estavam se arriscando a sofrer a ira de Deus, a menos que aceitassem Jesus”.
    A acusação, sob a Lei de Justiça Criminal da Escócia estabelecida em 2003, enfureceu os que defendem a liberdade de expressão na Inglaterra e foi até criticada pelo ativista homossexual Peter Tatchell, que chamou a multa de 1.000 libras “totalmente desproporcional”. Cristãos locais que apóiam o ministério de pregação fizeram uma coleta e pagaram a multa.
    Tatchell disse para o jornal Daily Mail: “O preço da liberdade de expressão é que às vezes temos de aguentar opiniões que são desagradáveis e ofensivas. Exatamente como as pessoas têm de ter o direito de criticar a religião, as pessoas religiosas têm de ter o direito de criticar a homossexualidade. Só incitações à violência deveriam ser ilegais”.
    Holes relata que na mesma ocasião lhe perguntaram sobre suas opiniões acerca do islamismo e ele disse que cria que há só um Deus cristão verdadeiro e que o Profeta Maomé é um “pecador como o resto de nós”.
    Ele disse que dois homens que estavam escutando falaram com agentes policiais, que se aproximaram dele e disseram: “Essas pessoas dizem que você declarou que os homos estão indo para o inferno”.
    “Eu disse que nunca diria isso, pois não uso o termo homo. Mas fui preso”.
    Peter Kearney, porta-voz da Igreja Católica de Glasgow, disse ao jornal Scotsman. “Demos apoio ao estabelecimento de leis [contra crime de ódio], mas é bem difícil ver como esse homem pode ser acusado por expressar uma convicção religiosa.
    “Os fatos desse caso mostram que a declaração dele era patentemente sua convicção religiosa. Sim, ele usou linguagem forte, mas é obviamente uma convicção religiosa e não uma forma de discriminação”.
    Gordon Macdonald, da entidade Christian Action Research and Education for Scotland, disse: “Esse é um caso preocupante. Estarei escrevendo ao comandante da polícia Stephen House da polícia de Strathclyde pedindo esclarecimentos acerca da orientação dada aos policiais nessas situações”.
Fonte: Folha Gospel
Traduzido por Julio Severo

terça-feira, 27 de abril de 2010

Barack Obama se encontra com o evangelista Billy Graham

     O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, visitou o evangelista Billy Graham em sua casa na montanha, na Carolina do Norte, pela primeira vez no último domingo (25). O evangelista deu duas bíblias de presente para o presidente Barack Obama.
     Durante a reunião de meia hora, os dois conversaram sobre uma variedade de assuntos durante o café, entre eles: suas esposas, golfe e Chicago, de acordo com o porta-voz de Graham, Larry Ross.
     Os dois concluíram a conversa orando um pelo outro, e Graham deu ainda ao Presidente duas Bíblias, uma para ele e outra para a primeira-dama – Michelle Obama.
     "Estou satisfeito por ter o presidente Obama em minha casa esta tarde", disse o evangelista, em um comunicado. "Ele pediu um encontro desde que ele foi passar o fim de semana perto de Asheville".
     Obama estava querendo encontrar Graham há algum tempo, mas uma agenda movimentada e outras situações atrasaram a reunião até este último domingo.
     Os dois tinham planejado se reunir em outubro de 2008, enquanto Obama ainda estava na campanha eleitoral, mas a saúde debilitada de Billy Graham impediu o encontro. Obama falou novamente com evangelista novembro passado, quando ele telefonou para desejar um feliz aniversário para Billy Graham.
     Franklin Graham, filho de Billy, também agradeceu ao Presidente por ter dito que ele iria apelar da recente decisão de um juiz federal que declarou o Dia Nacional de Oração como inconstitucional. Graham é o co-presidente honorário do Dia Nacional de Oração.
     Barack Obama é o décimo segundo Presidente que Graham conheceu pessoalmente durante o seu ministério.
     Quem é Billy Graham?
     Billy Graham (nome completo: William Franklin Graham Jr) é um pregador batista norte-americano nascido em 7 de Novembro de 1918 em Charlotte, Carolina do Norte. Foi conselheiro espiritual de vários presidentes americanos. Foi ainda o mais proeminente membro da "Convenção Batista Sulista dos EUA".
     Graham já pregou pessoalmente para mais pessoas do que qualquer pregador da história ao redor do mundo. De acordo com a sua equipe, a partir de 1993, mais de 2,5 milhões de pessoas tinham "Um passo à frente em suas cruzadas para aceitar Jesus Cristo como seu Salvador pessoal". A partir de 2008, a audiência Graham's lifetime, incluindo rádio e televisão, superou 2,2 bilhões.
     Após graduar em Wheaton, Graham foi co-fundador da Youth for Christ (Mocidade para Cristo) junto com o evangelista Charles Templeton. Ele viajou como evangelista por todo os Estados Unidos e Europa levando os ensinamentos cristãos. Graham planejou uma série de missões em Los Angeles em 1949 e as missões levaram 8 semanas, mais do que o planejado que eram 3 semanas. Ele liderou as missões em Londres que duraram 12 semanas, e uma missão na cidade de Nova York na Madison Square Garden em 1957 que durou 16 semanas.
     Graham desfrutou de uma reputação privilegiada devido às suas cruzadas serem feitas em lugares onde outros evangelistas consideravam impossível. Durante a Guerra Fria. Ele falava a grandes multidões em países da Europa Oriental e na União Soviética.
     Durante o Apartheid, Graham foi constantemente recusado à visitar a África do Sul, até que o governo finalmente permitiu que podessem fazer a cruzada. A primeira cruzada de Graham na África do Sul ocorreu a partir de 1973. Ele usou a cruzada para denunciar o Apartheid ocorrido no mundo.
     O evangelista foi um dos poucos pregadores que conseguiram falar na Coreia do Norte. Graham se opôs a segregação racial durante os anos 1960 e pagava fiança de Martin Luther King, sempre quando era preso nas cadeias do sul dos Estados Unidos durante a era dos direitos civis nos anos 1960.
Fonte: Folha Gospel / por O Galileu

Justiça condena faculdade evangélica de teologia a ressarcir alunos

   A Justiça Federal condenou a Faculdade de Teologia Evangélica da Igreja de Deus (Fated), mantida pela Igreja de Deus no Brasil, em Goiás, a ressarcir os alunos que estudaram em um falso curso superior de teologia.
   Segundo o Ministério Público Federal, a faculdade anunciava cursos de "bacharelado em teologia" e "mestrado em ministério", mas nunca possuiu autorização do Ministério da Educação para isso. O órgão federal diz que desde 1995 tenta fazer a faculdade mudar a denominação de seus cursos, que deveriam ser apresentados apenas como "cursos livres" ou "seminários religiosos".
   De acordo com a sentença, todos os alunos que estudaram na faculdade e comprovarem que não sabiam que o curso ministrado não era de nível superior deverão receber o dobro do valor pago. A faculdade e a igreja também vão ter que pagar R$ 10 mil referentes a despesas com o processo.
   Para o Ministério Público, o fato de o estabelecimento se autodenominar "faculdade" pode ser considerado uma propaganda enganosa. Também questiona o procedimento da empresa de publicar anúncios de "vestibular".
   A defesa da igreja diz que mudou em 2009, quando soube do processo, o nome da faculdade e dos cursos e que nenhum aluno foi "ludibriado" com isso. Afirma ainda que não tomou conhecimento da sentença, mas que pretende recorrer. A decisão judicial foi assinada na semana passada.
   Segundo a defesa, a intenção dos organizadores era apenas formar líderes dentro da própria igreja. A mensalidade, afirma, custa hoje por volta de R$ 200. A duração pode chegar a até seis anos. O nome do estabelecimento, agora, é "Seminário Evangélico".
   A Igreja de Deus, de orientação cristã evangélica, foi fundada nos Estados Unidos no século 19.
Fonte: Folha Gospel /por Folha Online

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Madeira da Arca de Noé?

Investigadores acreditam ter encontrado na
Turquia madeira que pertenceu a Arca de Noé

     A equipe, formada por seis investigadores de Hong Kong e outros nove da Turquia e que conta com o apoio do Governo turco, revelou domingo que descobriu, em Outubro de 2009, durante as escavações no monte Ararat, um pedaço de madeira com 38 milímetros que terá cerca de 4800 anos, segundo os resultados das análises realizadas.
     De acordo com Yeung Wing-Cheung, um dos investigadores, a idade da amostra de madeira coincide com a data de construção da Arca de Noé apontada pela Bíblia.
     Apesar de haver fortes indícios de que as amostras encontradas – de madeira a restos de cordas que se julgam ter servido para prender os animais – pertençam à Arca de Noé, os investigadores não confirmam, para já, esta tese, até porque, sublinha Yeung, “nunca ninguém viu a arca”.
     “Porém, as amostras coincidem com os relatos históricos”, acrescentou.
     O investigador alemão Gerrit Aalten, que também integrou a expedição ao Monte Ararat, considera que “há uma grande quantidade de evidências sólidas de que a estrutura encontrada é a lendária Arca de Noé”.
     O geólogo turco Ahmet Ozbeck observa que a baixa temperatura e as condições ambientais dos depósitos de glaciar e do material vulcânico ajudaram a preservar a estrutura de madeira encontrada a quatro mil metros acima do nível do mar.
     A equipa de investigadores de Hong Kong e da Turquia não quis avançar com detalhes sobre o local da descoberta, alegando estar a aguardar que o Governo turco crie ali uma área de preservação para a continuação das escavações.
     O monte Ararat tem sido alvo de várias investigações sobre a eventual existência da Arca de Noé, sobre a qual não existe, até ao momento, qualquer certeza científica.
     Em 2006, uma expedição arqueológica liderada por cristãos norte-americanos alegou ter encontrado uma formação rochosa nas montanhas do Irão que teria semelhanças com a arca, uma tese refutada por vários especialistas que levantaram dúvidas sobre a possibilidade de a estrutura ter sobrevivido milhares de anos.
     Outros especialistas apontaram mesmo ser impossível um barco naufragar a uma altitude superior a 3000 metros.
     A história da Arca de Noé, comum ao cristianismo, judaísmo e islamismo, afirma que Deus decidiu criar um dilúvio para destruir o mundo por causa da perversidade humana, tendo, antes disso, dito a Noé, um dos seus seguidores, para construir uma arca e salvar um par de cada espécie animal.
Relato da Bíblia sobre a Arca de Noé: (Gênesis 6)
Fonte: O Verbo / Guia-me / Gospel Prime

Em ano de eleição,

presidenciáveis buscam a simpatia do eleitorado evangélico

Pré-candidatos cortejam pastores em busca de apoio na campanha. Serra e Dilma negociam alianças com Assembleia de Deus e Universal; única evangélica, Marina aposta na identificação com fiéis
Por Rodrigo Ribeiro Rodrigues
     De olho num rebanho que já representa um quarto do eleitorado brasileiro, os pré-candidatos à Presidência iniciaram uma guerra de bastidores pelo apoio das igrejas evangélicas. A disputa para engajar bispos e pastores nas campanhas promete ser a mais acirrada desde a explosão do segmento religioso, na década de 1990.
     À frente nas pesquisas de intenção de voto, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) investem na aproximação com as gigantes Assembleia de Deus e Universal, respectivamente.
     Única evangélica na disputa, Marina Silva (PV) enfrenta dificuldade para fechar alianças formais, mas dedica parte expressiva da agenda a encontros com fiéis e líderes religiosos.
     Desde outubro passado, os três concorrentes já bateram à porta do presidente da Convenção Geral da Assembleia de Deus, pastor José Wellington Bezerra da Costa. Ele lidera cerca de 10 milhões de seguidores, o equivalente à população do Rio Grande do Sul. Pouco conhecido fora dos templos, é considerado mais próximo de Serra, a quem apoiou no segundo turno de 2002.
     "Serra sempre teve um canal muito forte conosco e mantém contato direto com o pastor José Wellington. Os dois conversam muito por telefone", afirma o pastor Lélis Marinho, relator do conselho político da Assembleia e responsável por negociar com os partidos.
     Apesar do flerte tucano, o líder da igreja também tem sido cortejado pelos outros concorrentes. Há seis meses, ainda como chefe da Casa Civil, Dilma participou da festa de 75 anos do pastor Wellington, no templo sede em São Paulo. Orou com os fiéis e disse, no púlpito, que o governo Lula defendia "valores cristãos".
     Fiel da Assembleia, Marina se reuniu com o conselho da igreja em março, em Brasília. Mas o fato de ser considerada um azarão deve impedir uma aliança. "Por ser da igreja, Marina seria nossa candidata de coração. Mas precisamos saber se sua candidatura foi lançada só para atender a interesses do partido", diz Lélis. "Vamos nos definir em junho, perto das convenções [partidárias]."
     Vista com reservas em setores do meio evangélico, Dilma tem recorrido à ajuda de aliados como o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), bispo da Igreja Universal, e o ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR), presbiteriano.
     "Dilma tem posições pouco claras em questões sensíveis aos evangélicos, como a defesa da família e o aborto. Ela ainda precisa ser reconhecida como defensora das causas cristãs", disse Garotinho na noite de sexta-feira, quando chegava a um encontro com evangélicos na Baixada Fluminense.
     A ex-ministra busca o apoio da Convenção Nacional da Assembleia de Deus, que contabiliza 5 milhões de seguidores. Seu líder é o deputado pastor Manoel Ferreira (PR-RJ), pré-candidato ao Senado na chapa de Garotinho. Ele simboliza a volatilidade das alianças "de fé": em 2002, quando o PSDB era governo, apoiou Serra no segundo turno. Em 2006, com o PT no poder, esteve com Lula.
     Aliada do presidente em suas duas vitórias, a Universal é tida como certa na campanha de Dilma. O PRB, ligado à igreja, deve integrar a coligação. "A tendência é apoiar Dilma", diz o presidente do partido, bispo Vitor Paulo, que divide com Crivella a função de articulador político do bispo Edir Macedo.
     Para a equipe de Marina, a identificação com os evangélicos será um de seus maiores trunfos na eleição. Ela tem aproveitado as viagens da pré-campanha para encontrar pastores, orar com grupos de fiéis e dar entrevistas a emissoras de rádio e sites religiosos.
     "Não temos cacife para disputar a cúpula das maiores igrejas, mas a Marina tem comunicação direta com a base cristã. Por mais que o pastor mande votar na Dilma, os fiéis vão saber quem tem fé", alfineta o coordenador da campanha do PV, Alfredo Sirkis.
     Em março, a senadora ouviu promessa de apoio de Silas Menezes, número dois da hierarquia da Igreja Presbiteriana, com 1 milhão de seguidores. O reverendo declarou que ela merecia o voto dos cristãos por ser uma "doméstica da fé".
Marina Silva, a única evangélica
     Integrante da Assembleia de Deus, Marina é missionária consagrada da A.D, para uma mulher é um dos cargos mais elevados na hierarquia da Igreja. Ela faz parte de um universo de 26,1 milhões de evangélicos —15% da população. O número é do Censo do ano 2000, estatística mais recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Desse universo, 8,5 milhões (5%) são assembleianos, maior fatia dentre as igrejas evangélicas. Católicos, segundo o instituto, continuam sendo maioria no Brasil: 73% dos brasileiros seguem a denominação.
     O vereador carioca Alfredo Sirkis, um dos coordenadores da campanha de Marina, afirma que a comunidade cristã é um dos eleitorados mais visados pelo partido. “É um segmento (1) propício a votar nela. Há um esforço nesse sentido (de realizar encontros com grupos religiosos).” Esse grupo, ressalta o vereador, ainda possui uma extensa e numerosa rede de contatos, seja por meio da internet, seja de canais de televisão e rádio próprios.
     De formação católica — quando jovem, pensou em ser freira —Marina passou a frequentar a Assembleia de Deus há treze anos. Com a saúde abalada por diferentes tratamentos de saúde para combater efeitos de doenças do passado, como malária e leishmaniose, Marina foi apresentada a um pastor da igreja Assembleia de Deus. Passou a frequentar a igreja e a dedicar mais tempo à leitura bíblica. Há cerca de três anos, tornou-se missionária consagrada, cargo mais elevado entre as mulheres na hierarquia da Igreja. Acompanhada do marido, Marina costuma ir ao culto aos domingos, com o cuidado de chegar um pouco depois do inicio da celebração para evitar tumulto. “A frequência dela é bem acima do que se pode esperar de uma pessoa com os encargos que ela tem”, elogia o pastor Sóstenes Apolos, presidente da Igreja da ex-ministra.
Fonte: O Galileu
Com informações de Folha de S.Paulo / Correio Braziliense

sábado, 24 de abril de 2010

Inauguração do Templo em Vila Rio Branco

E 24º Encontro do Círculo de Oração
     A igreja em Vila Rio Branco (setor36), sob a direção do pastor José Soares de Melo (Pr. Zezito) agradeceu a Deus pelo 24º Encontro do Círculo de Oração. O tema escolhido para o evento foi: “O mestre esta aqui e te chama”, Jo 11.28.

     Junto com este encontro, na noite de 24 de abril, houve também a inauguração do Templo que após anos ainda não teria sido inaugurado. Nestes dois últimos anos o templo passou por uma reforma a agora terminado houve um grande júbilo em gratidão a Deus.
  







     Estiveram presentes neste culto os pastores Alberto Brito (Jd. Itapema) que deu inicio as obras do templo e do Ivanildo (Carapicuíba) que também deixou a sua marca nesta construção o pastor Zezito deu prosseguimento.
O pastor José Wellington Bezerra da Costa (presidente) compareceu acompanhado de sua esposa irmã Wanda Freire da costa, e foram recebidos pelos soldados da Patrulha Mirim – Juventude Cívica do Estado de São Paulo.








Liderado pelo Comandante Rogério dias da Silva, pelo Subcomandante Antonio Tadeu da Silva, pelo chefe de Cerimônia Luiz Carlos e pelo diácono Francisco Lemos coordenador de eventos evangélicos da Patrulha Mirim. 

O pastor José Wellington e o pastor José Soares realizam cerimônia de inauguração do Templo.



Pastor Zezito recebe placa em homenagem pelo trabalho realizado.

 Oração de agradecimento e inauguração do Tempo.

O pastor presidente ministrou a Palavra e falando sobre o tema, a igreja pode sentir a Glória do Senhor.


Por Aguinaldo Lopes
Nota: para informações sobre o projeto Sócio Educativo Patrulha Mirim acesse: http://www.patrulhamirim.weebly.com/



sexta-feira, 23 de abril de 2010

Blog do Jornal Nosso Setor recebe 421 visitas em 3 dias

O Jornal Nosso Setor através de suas postagens e pela ética jornalística
têm recebido diversos e-mail parabenizando o trabalho realizado.

O relatório da Google Analytics aponta 421 visitas no blog. Vindo de 8 Países.
Destes foram feitos em 4 idiomas.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Número de brasileiros que buscam a cura apenas na religião chega perto de 100 mil


     Há quase 100 mil pessoas no Brasil que, quando ficam doentes, não procuram um posto médico, nem clínica, nem hospital. Preferem se entregar a religiosos que oram ou rezam por sua cura, ou a curandeiros que dizem receber espíritos pra operar milagres e restaurar a saúde dos que acreditam. Segundo a pesquisa "Um Panorama da Saúde no Brasil - acesso e utilização dos serviços, condições de saúde e fatores de risco e proteção à saúde 2008", divulgada neste 31 de março pelo IBGE e pelo Ministério da Saúde, 97 mil brasileiros costumam procurar seu "serviço de saúde" em cultos religiosos quando precisam de atendimento. Obviamente, este não foi o dado destacado pelos divulgadores oficiais, até porque o número de pessoas envolvidas nesta observação é muito pequeno se comparado com o universo de 139,9 milhões que costumam buscar outro tipo de serviço de saúde. Mas não deixa de ser curioso perceber este número tão expressivo, em termos absolutos, daqueles que costumam, exclusivamente, preferir receber uma oração ou mandinga espiritual do que procurar um profissional. E esse número ficaria ainda maior se incluísse aqueles que declararam que costumam buscar outro tipo de atendimento profissional, mas que não deixam de ir também nos cultos de curas.
     A tabela que traz a informação religiosa, intitulada "Características de saúde dos moradores - Tabela 2.9: Pessoas que normalmente procuravam o mesmo serviço de saúde quando precisavam de atendimento de saúde, por tipo de serviço normalmente procurado, segundo os grupos de idade, o sexo e as classes de rendimento mensal domiciliar per capita - Brasil - 2008", chama de "outros" a opção dos 97 mil brasileiros. Mas, nas explicações finais do relatório, o texto dá um detalhamento maior ao tópico, deixando clara a que tipo de escolha se refere: "outro tipo de serviço (curandeiro, centro espírita etc.) – quando a pessoa tem o hábito de procurar o mesmo serviço que presta atendimento de saúde informal (culto religioso voltado para a cura divina, terreiro de umbanda, centro espírita, pajelança, curandeiro, rezadeira, curiosa, benzedor, pai de santo, entidade espírita, pessoa que presta alguma atividade de atenção à saúde sem ter formação profissional nesta área etc.)". O relatório ressalta que está excluída desta opção "o serviço prestado por profissional de saúde que atende em consultório, clínica ou posto de saúde mantido por culto religioso".
     Dos que buscam culto religioso ou curandeiro, 50 mil são mulheres, sendo 26 mil com mais de 40 anos. Quando considerado ambos os sexos, 45 mil têm mais de 40 anos e 60 mil tem rendimento menor que um salário mínimo. Os outros serviços de saúde relacionados na pesquisa, e o número de pessoas que buscam neles o atendimento, são: Posto ou centro de saúde (79.422.000, o mais procurado), Consultório particular (26.851.000), Ambulatório de hospital (17.073.000), Pronto-socorro ou emergência (7.088.000), Ambulatório ou consultório de clínica (5.877.000), Farmácia (2.148.000), Ambulatório ou consultório de empresa ou sindicato (1.008.000) e Agente comunitário de saúde (320.000).
          Leia a íntegra do estudo "Um Panorama da Saúde no Brasil" do IBGE e Ministério da Saúde.
Por Lenildo Medeiros – Agência Soma

Tradução da Bíblia para índios

A tradução da Bíblia para línguas indígenas e o crescimento do número de índios nas cidades

    Dados do relatório Etnias Indígenas Brasileiras 2010, do Departamento de Assuntos Indígenas da Associação de Missões Transculturais Brasileiras (DAI/AMTB), revelam a existência de 181 línguas indígenas no Brasil. Em 54 delas há programas de análise linguística e letramento em andamento, sob iniciativa evangélica. Em 31, há também programas de tradução bíblica em andamento. Segundo o estudo, atualmente, em três línguas há a Bíblia completa (que serve a sete etnias); em 32 há o Novo Testamento completo (que serve a 36 etnias) e em 23 há porções bíblicas. A pesquisa, coordenada pelo antropólogo e pastor Ronaldo Lidório, faz outro tipo de constatação do universo indígena, agora demográfica. Diz que é muito grande o crescimento da população geral dos povos indígenas no Brasil, assim como é notório o aumento do número de “autodeclarados” índios nas cidades.
     O estudo da AMTB calcula uma população de 616 mil indígenas em 2010 (eram 294 mil indivíduos em 1991), 48% do total hoje habitando em regiões urbanizadas ou em urbanização. A partir das leituras de movimentos demográficos, porém, dizem os especialistas, em 5 anos haverá igualdade entre aqueles que habitam as aldeias e os que habitam as pequenas e grandes cidades. Hoje, cerca de 60% da população indígena brasileira habita a Amazônia Legal, composta pelos estados do Amazonas, Acre, Amapá, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Mato Grosso e parte do Maranhão.
     A explicação para o aumento do número de indivíduos que se autodeclaram indígenas, principalmente nas áreas urbanas ou em urbanização do Nordeste e Sudeste, são: reavivamento cultural, movimentação política ou busca pelos incentivos governamentais.
     Outros dados relevantes apresentados no relatório são:
- Sobre a linguística, menciona-se também que cerca de 132 etnias indígenas falam o Português, e, destas, 66 falam somente o Português e 66 são bilíngues ou trilíngues com o Português.
- Há uma marcante presença de etnias minoritárias no quadro geral. 35 etnias são formadas por até 100 pessoas; 85 entre 101 e 500 pessoas; 31 entre 501 e 1.000 pessoas; 56 entre 1.001 e 5.000 pessoas; 10 entre 5.001 e 10.000 pessoas; 7 entre 10.001 e 20.000; e 4 formadas por população acima de 20.000 pessoas. 76 etnias não possuem situação populacional determinada e 36 partilham sua população com países limítrofes.
- Segundo a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) há 611 Terras Indígenas (TIs) reconhecidas ou em fase de reconhecimento que correspondem a 13% das terras do país, sendo 21% da Amazônia legal.
Fonte: por Agência Soma

URGENTE: CINCO PASSOS PARA QUEDA DE GRANDES MINISTÉRIOS

Esse artigo foi enviado por um Pastor Amigo, William Pessoa, e pode ser encontrado, na íntegra, na Revista Cristianismo Hoje. Como o texto é um pouco longo, resolvi editá-lo. Vale a pena ler:

O declínio de uma igreja passa por cinco estágios nem sempre fáceis de perceber

Um pouco antes de terminar meus estudos em teologia, fui convidado para pastorear uma congregação no sul do Illinois, nos Estados Unidos. Aquele foi meu primeiro grande despertamento para as realidades da liderança pastoral – e uma experiência um tanto desconfortável. As habilidades ou dons que levaram a congregação a me convidar a ser seu líder espiritual foram, provavelmente, meu entusiasmo, minha pregação e minha aparente habilidade – mesmo sendo ainda jovem – em alcançar pessoas e fazê-las sentirem-se cuidadas.

(...) Com meus 27 anos, eu estava completamente perdido. Passara meus anos no seminário pensando que tudo que alguém precisava para liderar era uma mensagem carismática e uma visão encorajadora, e tudo o mais na vida da igreja seria perfeito. Ninguém havia me falado sobre grupos a serem dirigidos, equipes esperando resultados e congregações precisando ser curadas. Há quem tenha bom conhecimento de como conduzir uma comunidade cristã. Eu não tinha.

Geralmente, quando se entra num processo de crescimento descontrolado de uma organização, abandonam-se os princípios sobre os quais ela foi constituída

Foi naqueles dias de angústia que fui apresentado ao meu primeiro livro de liderança organizacional, The Effective Executive (“O executivo eficiente”), de Peter Drucker. Ali, percebi como as pessoas estão dispostas a alcançar objetivos que não podem ser atingidos. Aquele livro, provavelmente, me livrou de um nocaute no primeiro round em minha vida como um pastor. (...)

Recentemente, Collins e seu grupo de pesquisadores escreveram uma obra menor, com o nome How the Mighty Falls (ainda sem titulo em português), que segundo ele começou como um artigo e terminou como um livro. Collins afirma que foi inspirado em uma conversa durante um seminário, no qual alguns poucos líderes de setores tão diversos como o militar e o de empreendimentos sociais reuniram-se para explorar temas de interesse comum a todos. O tema era a grandeza da América e os riscos desse gigantismo.(...)

O primeiro é a autoconfiança como fruto do sucesso. “Prestamos um desserviço a nós mesmos quando estudamos apenas sobre o sucesso”, afirma Collins. Uma pesquisa e análise acerca de empreendimentos, até mesmo na literaturas de liderança eclesiástica, mostra que poucos livros investigam as raízes do fracasso. Parece que existe no segmento cristão a presunção de que o sucesso é inevitável, razão pela qual não se torna necessário considerar as possíveis consequências de uma queda. A confiança exagerada em si mesmos, nos sistemas que criam ou na própria capacidade para resolver tudo faz com que os líderes não enxerguem seus pontos de fraqueza. Subestimar os problemas e superestimar a própria capacidade de lidar com eles é autoconfiança em excesso. A ganância e a busca desenfreada por mais é outra das principais situações que derrubam um grupo ou organização. Geralmente, quando se entra nesse processo descontrolado, abandonam-se os princípios sobre os quais a entidade foi constituída.

A busca pelo crescimento exagerado é o segundo estágio que antecede a derrocada, seja de uma organização secular ou de um ministério cristão. Muitos líderes tornam-se cegos pelo êxtase do expansionismo. Constantemente surge uma necessidade em tais líderes de mostrarem-se capazes, e eles não conhecem outra forma de fazer isso que não seja tornando seus empreendimentos maiores, independente das consequências. É a incessante idéia de que tudo tem que crescer e crescer. Todavia, impressiona o fato de que a cobrança de Jesus aos seus discípulos estivesse relacionada à necessidade de fazer novos discípulos, e não de construir grandes organizações. Ele parecia saber que discípulos bem treinados em cada cidade e povoado dariam conta de conduzir o movimento cristão de forma saudável. Talvez Jesus temesse exatamente o que está acontecendo hoje: a sistematização do movimento cristão, sua centralização e expansão tão somente para causar uma impressão.

O terceiro estágio de declínio identificado por Collins é desencadeado quando líderes e organizações ignoram ou minimizam informações críticas, ou se recusam a escutar aquilo que não lhes interessa. A negação dos riscos é um perigo iminente – e riscos não levados a sério são justamente aqueles que, posteriormente, causam grandes estragos na organização. É preocupante, para Collins, quando organizações que baseiam suas decisões em informações inadequadas. Em meu ministério de liderança, cedo aprendi a temer conselhos que começam com expressões como “Estão dizendo” ou “O pessoal está sentindo”. Prefiro valorizar dados precisos, vindas de pessoas confiáveis, sábias, que se engajam na tarefa de liderar a comunidade com sensatez. Isso nos possibilitou caminhar ao lado de gente que jamais imaginávamos que caminharia conosco. Nada me foi mais valioso do que receber, delas, informações que me ajudaram a conduzir minha congregação.

O estágio quarto começa, escreve Jim Collins, “quando uma organização reage a um problema usando artifícios que não são os melhores”. Ele dá como exemplo uma grande aposta em um produto não consolidado, o lançamento de uma imagem nova no mercado, a contratação de consultores que prometem sucesso ou a busca de um novo herói – como o político que vai salvar a pátria ou o executivo que em três meses vai tirar a empresa do buraco. Eu me lembro de épocas nas quais eu estava desesperado por vitórias que fariam com que minha igreja deixasse de caminhar na direção em que estava caminhando – para o abismo. Ao invés de examinar o que nossa congregação fazia nas práticas essenciais de serviço ao povo, centrada no serviço a Cristo, fui tentado a me concentrar em questões secundárias: cultos esporádicos de avivamento, programações especiais, qualificação de nossa equipe de funcionários. Hoje eu vejo o que tentei fazer: promover salvação de vidas através de publicidade, uma grande apresentação o um excelente programa. Graças a Deus, aprendi – assim como aqueles ao meu redor – que artifícios assim não funcionam. O que funciona é investir em pessoas, discipulá-las, conduzi-las a Jesus e adorá-lo em espírito e em verdade, fazendo com que as coisas estejam em seu devido lugar.

Collins menciona ainda o estágio cinco da decadência, que é o da rendição. Se as coisas saem do eixo organizações como igrejas tendem a perder a fé e o espírito. Penso que o templo em Jerusalém deve ter ficado dessa forma quando Jesus se retirou de lá e disse que não voltaria àquele lugar. Ele estava antecipando o dia, que estava por vir, quando não restaria pedra sobre pedra ali. Não muito tempo atrás, eu estava em frente ao templo de uma igreja no País de Gales. Na porta, estava a seguinte placa: “Vende-se”. Uma outra placa indicava que aquele prédio havia sido construído no período do grande avivamento britânico, no século 18. Agora, o prédio estava escondido entre a vegetação, completamente abandonado.
Quando começa a morte de uma organização? Quem perdeu os sinais que indicam vida? Quem abandonou os princípios essenciais? Quem não entendeu as informações? Quem está correndo, completamente perdido no meio da multidão, sem saber pra onde ir? Essas são boas perguntas. Se ignoradas, a igreja cairá.

Gordon MacDonald é editor da revista Leadership
First published in Leadership Journal, copyright © 2010.
Used by permission, Christianity Today International
Tradução: Daniel Leite Guanaes

Fonte: revistacristianismohoje.com.br

Maranata. Ora Vem Senhor Jesus!
Deus abençoe a todos.
No Amor de Cristo!

Pastores Voadores

Os Pastores Soares somam aos Pastores Voadores

     Na era do avanço da tecnologia, midia e comunicação as missões e evangelismo mundial não se faz mais no pêlo de camelos, cavalos, burros e jegues mas, de aviões.
     Ficamos a pensar, que o mega executivo das multinacionais têm aviões executivos particulares para os seus empreendimentos e porque a Igreja e os Pastores não podem ocupar este espaço, inclusive no atendimento e expansão do reino de Deus.
     Nos EUA é muito comum os pastores e grandes lideres das Igrejas ter o seu proprio avião e assim cumpriremos o mais rapido continentes com a mensagem de fé, esperança e amor aos perdidos.

PASTORES VOADORES

Leia na Revista Cristianismo Hoje,




http://cristianismohoje.com.br/ch/pastores-voadores/

O declínio geralmente passa por cinco estágios nem sempre fáceis de perceber. Juntos 5 pastores evangélicos já gastaram mais de 122 milhões na compra de aviões
Pesquisa exclusiva revela quenova geração de adultos foge da igreja
     Parece ser cada vez mais real o fato de que grande parte dos líderes desconhece o problema vivido na sua organização. Quando começa a morte de uma organização? Quem abandonou os princípios essenciais? Essas são boas perguntas. Se ignoradas, a igreja cairá.
     A justificativa para as aquisições,algumas na faixa das dezenas de milhões de dólares, é quase sempre a mesma: a necessidade de maior autonomia e disponibilidade para realizar a obra de Deus. Eles realmente estão voando alto.
Fonte: http://prelielsoares.blogspot.com/2010/04/os-pastores-soares-somam-aos-pastores.html

Homem que pichou o Cristo Redentor pode se entregar a polícia nesta quinta-feira

    Com cara de arrependido, voz embargada, e demonstrando alguma surpresa pela recompensa que ofereceram por sua captura, o pintor de paredes Paulo Souza dos Santos, de 28 anos, confessou, na noite desta quarta-feira (21), que pichou a estátua do Cristo Redentor na noite de quarta-feira (14). Ele admite que não esperava que isso fosse causar tanta repercussão e, ao lado do pastor Marcos Pereira da Silva, a quem procurou para pedir apoio, foi orientado a se entregar à polícia nesta quinta-feira (22).
    “De repente acordei e me senti um traficante, procurado, criminoso. Sou trabalhador, chefe de família, não esperava isso. Sei que estou errado. Pedi perdão à Deus e quero pedir também a todas as pessoas. Não tenho preconceito contra nenhuma religião e nem sou racista”, diz.

Inicialmente, ele pensava em se entregar na segunda-feira (26).
    Morador de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, Paulo é casado, pai de um filho de quatro anos. A mulher do ex-soldado do Exército está grávida de quatro meses. Segundo ele, sua família ficou indignada quando soube que ele era o autor da pichação.
    Sem querer comprometer o outro rapaz que teria participado da pichação – “Eu respondo por mim” -, Paulo não sabe explicar bem por que pichou as frases “Onde está a engenheira Patrícia” e “Quando os gatos saem os ratos fazem a festa” deixadas no monumento.
    “Foi só um protesto para alertar sobre pessoas desaparecidas”, tenta justificar. O outro suspeito foi identificado pela polícia como Edmar Batista de Carvalho, de 26 anos.

Crime ambiental
    Os responsáveis pelo vandalismo serão acusados por crime ambiental e injúria discriminatória e, se condenados, podem pegar até quatro anos de prisão.
    “Pensei em colocar uma faixa, só depois resolvi fazer a pichação com o spray que estava comigo”, contou o pintor. No entanto, admite que, quando viu as câmeras de seguranças – não sabia que estavam desligadas – cobriu o rosto com a camisa antes de subir nos andaimes das obras de reforma da estátua.
    O advogado Alexandre Magalhães, que acompanhou as declarações do pintor ao lado do pastor Marcos e do cantor Waguinho, integrante da Igreja Assembléia dos Últimos Dias, espera que ele responda pelas acusações em liberdade.
    “Ele está disposto a se apresentar e contar toda a verdade. É trabalhador e tem residência fixa. Além disso, não tem passagem pela polícia”, disse o advogado.
Fonte: G1 / Gospel+

terça-feira, 20 de abril de 2010

Líder do Islã afirma que as mulheres são as culpadas pelos terremotos no mundo

     Um importante líder religioso do Irã foi responsável por uma declaração no mínimo curiosa. Hojatoleslam Kazem Sedighi afirmou que mulheres que usam roupas reveladoras e agem de forma promíscua são culpadas por terremotos.
     “Muitas mulheres que não se vestem de forma modesta levam os homens jovens ao mau caminho, corrompem a sua castidade e espalham o adultério pela sociedade. Isso, consequentemente, faz aumentar o número de terremotos”, afirmou Sedighi.
     Por causa de sua posição geográfica, o Irã é um dos países mais sensíveis a abalos sísmicos.
     Para Sedighi, a única forma de evitar mais tremores no país é:
     “O que podemos fazer para evitar que fiquemos enterrados sob escombros? Não há outra solução senão tomar refúgio na religião e adaptar nossas vidas ao código de moralidade do Islã.”
     De acordo com sismologistas, Teerã, a capital do país, deve ser atingida em um futuro próximo por um forte terremoto. Recentemente o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, previu que Teerã será arrasada por um grande abalo e pediu que as 12 milhões de pessoas que vivem na cidade considerassem partir para um lugar mais seguro.
Fonte: O Globo / Gospel+ / Via: Folha Gospel

Suzana Vieira afirma que Jesus não é o filho de Deus

    Com uma flor no cabelo, blusa de paetés e milhares de jóias, Suzana Vieira entrou no auditório Plínio Salgado, onde ocorreu a coletiva de imprensa com os atores da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, na noite da última quinta-feira, causando rebuliço. Já na porta, a atriz dá mostras que não é exatamente uma pessoa paciente e simpática: “Não, meu bem, vou primeiro conversar com os jornalistas, depois, se você quiser, a gente tira uma foto”, falou para algumas de suas inúmeras fãs presentes.
    Um ponto para ela, que respeitou os repórteres que estavam esperando pela coletiva. Na hora de sentar, porém, outro problema: a cadeira era muito baixa. “Ai gente, vou sentar nisso não. Arrumem alguma cadeira mais alta!”, reclamou. Questão resolvida, Suzana começa a entrevista falando de sua Maria, que seria diferente das feitas em anos anteriores. “Queria uma personagem inconformada. Gente, o filho dela está morrendo, não posso ficar só chorando. Nenhuma mãe ficaria”.
    Polêmica, ela revela que discorda que Jesus seja filho do Espirito Santo, como escrito na Bíblia. “Para mim, ele foi concebido por José e Maria e só depois Deus o escolheu para representar seu filho na terra”. Na primeira pergunta da noite, mais um “fora”. Uma criança presente na plateia pergunta: “E quem é Maria para você?”. Suzana retruca de pronto: “Meu filho, passei meia hora falando justamente isso”.
    Segunda pergunta da noite: “Suzana, percebemos que você teve dificulade com a sincronia entre suas falas e o texto pré-gravado…”, ensaia um jornalista da Rádio Palmares. Antes dele concluir o raciocínio, outra resposta desconcertante da atriz. “Você foi o único jornalista que veio aqui fazer uma pergunta irritante. Parece com os repórteres cariocas. Errei sim, porque não estou acostumada. Esse sistema só existe aqui, até na Brodway usa-se microfones”, disse aspera e irônica.
    Ela também revelou que seu filho, nora e neto mais velho, devem vir no próximo sábado, direto dos EUA, para ver o espetáculo. “Descobri que aqui no Recife vocês têm voo direto para Miami. Pedi para os meninos virem me assistir, porém eles voltam na segunda-feira. Pois é, a gente é rico né? A gente pode!”, afirmou, arrancando gargalhadas da plateia.
    E as pérolas da atriz não param por aí. Entre um e outro comentário, Suzana disse que acha incrível como algumas pessoas do Nordeste, região que considera atrasada e miserável, conseguem subir na vida. “Quando fiz Maria do Carmo, na novela Senhora do Destino, quis mostrar uma nordestina que não é pobre, nem palhaça. As pessoas têm essa ideia daqui e quis fazer diferente”.
    Suzana explicou ainda a causa da vermelhidão do seu olho esquerdo. “Fui tirar uma foto e acabei, eu mesma, enfiando um graveto no meu olho. Mas, amanhã vou para Caruaru. Me disseram que tem uns três bons médicos lá e que eu poderia me consultar com eles sem receio”. Por fim, na hora das fotos, mais uma “graça”. Ao tentar enquadrar a atriz, o fotógrafo demorou um pouco para achar o foco da máquina. Suzana, então, se irritou: “Meu filho, se você trabalhasse comigo, já estaria demitido”.
Fonte: Diário de Pernambuco / O Galileo / Gospel+

segunda-feira, 19 de abril de 2010

TRE-SP retira cassação da vereadora Marta Costa

    O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) retirou a cassação do mandato e a inelegibilidade da vereadora Marta Maria Freire da Costa (DEM) impostas pelo juiz da 1ª Zona Eleitoral da capital, por recebimento irregular de doações para campanhas eleitorais. A votação que reverteu a decisão ocorreu na quinta (15).
   Desde outubro de 2009, a 1ª Vara Eleitoral de São Paulo cassou o mandato de 24 vereadores. Destes, quatro recuperaram o mandato e os direitos políticos. Além de Marta Costa, beneficiada na mais recente decisão, o TRE já livrou da cassação os vereadores Carlos Apolinário (DEM) e Gilson Barreto. Antes disso, o proprio juiz da 1ª Zona Eleitoral, Aloisio Sérgio Rezende Silveira, corrigiu a sentença que cassou o vereador Italo Cardoso Araújo (PT).
   De acordo com o relator do processo, o juiz Galdino Toledo Júnior, a sentença foi revertida porque a representação apresentada contra a vereadora ocorreu fora do prazo de 15 dias contados da diplomação dos eleitos e pela falta de provas da suposta ligação entre a Associação Imobiliária Brasileira (AIB) e o Sindicato de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis (Secovi). As entidades foram acusadas de arrecadar dinheiro para a campanha de vereadores paulistas.
   De acordo com o juiz, "não há nos autos qualquer prova de que a AIB possa ser considerada interposta pessoa do Secovi, entidade de classe impedida de realizar doações a políticos".
   Toledo Júnior disse ainda que "não é possível afirmar que a Associação Imobiliária Brasileira (AIB) existe com a única finalidade de arrecadar recursos de seus associados para doá-los aos candidatos em eleições".
   O juiz também cassou o mandato do prefeito Gilberto Kassab e da vice, Alda Marco Antônio, que recorreram e aguardam o julgamento do recurso no TRE. O Ministério Público deu parecer pela cassação dos mandatos.
Fonte: G1 / Terra

domingo, 18 de abril de 2010

Por que esconder a verdade?

Dayan Alencar revela motivos do afastamento de Jabes de Alencar da presidência da AD-Bom Retiro

    No começo deste mês foi decidido em Assembleia Geral que o pr. Jabes de Alencar se ausentaria da presidência da AD Bom Retiro para realizar um tratamento médico nos Estados Unidos durante três meses. Para exercer o cargo foi definido que seu filho, Dayan Alencar, assumiria sob mentoria de Silas Malafaia. Porém ontem, em entrevista ao site Galileu, Dayan revelou o real motivo do afastamento.
    Ao contrário do que foi noticiado, o pr. Jabes não está com problemas de saúde. “Ele, graças a Deus, não tem nada no coração, nada no cérebro e nada do que estão falando. O pr. Jabes está bem. Ele tem stress agudo e cansaço. Quando eu assumi essa posição e vi cada área da vida do pr. Jabes eu pensei que é fisicamente e humanamente impossível tomar conta de tudo”, disse Dayan.
    Sobre o seu afastamento temporário da presidência, Dayan explicou que Jabes tinha necessidade de descansar e que pediu ao pai que fizesse isso. “Ele vai se desligar por algum tempo com o objetivo de descansar. O tratamento médico dele é descansar. Enquanto isso nós vamos tomar conta do ministério Bom Retiro. A condição que eu impus para assumir é que o pr. Silas Malafaia estivesse me mentoriando e ajudando na parte administrativa da igreja”.
    Atualmente o pr. Jabes está em Dallas na casa da filha, que cursa teologia. Porém o pastor não deve ficar em tempo integral nos Estados Unidos. A cada 15 dias ele deve voltar ao Brasil para visitar a AD Bom Retiro.
    “Ele vai ficar nessa transição até que ele se sinta bem e que os médicos diagnostiquem que os perigos de um problema de saúde estejam zerados. Ele vai estar nas Santas Ceias, nos congressos e eventos. Sem dúvida vai estar com a gente o tempo todo”, falou Dayan.
    Porém Dayan não revelou quando Jabes deve voltar e assumir suas funções novamente.
Dai vêm a nossa pergunta: "Por que alguns pastores agem como não fossem homens de Deus, e escondem a verdade?" Por que mentem ao povo?
Fonte: Gospel+ com informações de o Galileo

sábado, 17 de abril de 2010

Aniversário do Pr. Daniel Medeiros da Rocha


Por Aguinaldo Lopes
Fotos Carlos Pedreira

   Na noite de 16 de abril, a igreja em Vila Espanhola agradeceu a Deus por mais um ano de vida do pastor Daniel Medeiros da Rocha.

   Houve a participação Círculo de Oração do setor, Coral e Orquestra Jubal, Adolescentes do setor e do Conjunto Jedutun

clique nas fotos para amplia-las
   
O pastor Adeli Geraldo dos Santos do setor de São Miguel, representou o pastr José Wellington Bezerra da Costa – presidente da igreja – e o vise presidente Pr. José W. Costa Jr.

        O pastor Lelis Marinho (setor Atibaia) também representou o pastor Paulo Freire da Costa (Campinas) que é candidato a Dep. Federal pela igreja. E Pastor José Felipe (setor Vila Guarani) falou em nome de todos os pastores ali presente. O pastor Dionísio Rocha falou em nome dos familiares.

   A presença de pastores setoriais e de representantes. Houve também a presença do Presbítero Ezequias representante da Vereadora Marta Costa. O candidato a deputado estadual Pr. Adilson Rossi também enviou seu reprentante.

Salão Social Pr. José Wellington Bezerra da Costa


    Após o culto, houve a inauguração do Salão Social do Setor, que leva o nome do pastor presidente. O pastor Daniel e os pastores Lelis Marinho e José Felipe realizaram a inauguração do salão juntamente com a igreja. Um grande jantar foi ali realizado.

Pastor Daniel esposa filhos genro e nora
Aguinaldo Lopes - Diretor Jornal Nosso Setor - Pr. Daniel e Sylvia Vargas

A foto expressa a fala do ministério, da igreja local assim como dos obreiros, dos amigos e familiares.

O Coral e Orquestra Jubal também homenagearam o pastor com um bolo com a foto da sede de Vila Espanhola, homenagem esta realizada na tarde do domingo (18) após o ensaio.