quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Sam Alves não quer seguir carreira Gospel



Sam AlvesO vencedor do The Voice Brasil, Sam Alves, 24 anos, afirmou que não pretende seguir no seguimento gospel. Sam nasceu por um milagre pois sua mãe tinha sérias dificuldades para engravidar, cresceu em lar evangélico, ganhou o concurso musical cantando uma música evangélica, porém, dá a entender que ele não pretender usar seu talento para glorificar a Deus

Fonte O fuxico gospel



O vencedor do The Voice Brasil, Sam Alves, 24 anos, afirmou que não pretende centrar sua carreira em músicas com temas religiosos.
“Vou apostar em todo o tipo de música”, disse à coluna Olá, assinada por Vivian Masutti e publicada no jornal “Agora” desta segunda-feira (30). “Na final, escolhi ‘Hallelujah’ [do canadense Leonard Cohen] pelo significado e força da canção”, explicou. “Mas quero cantar o que encaixar comigo.”

 Pais de Sam Alves contam que rezaram durante 40 dias pedindo por um filho
Luiz e Raquel, pais de Sam Alves, contam que rezaram para que Deus lhes desse um filho, durante 40 dias,. Estavam casados há dois anos, mas Raquel não conseguia engravidar. Alguns dias depois, à 1h30m da manhã do dia 5 de junho de 1989, um bebê recém-nascido surgia na porta da casa do casal, em Fortaleza, ‘dentro de uma caixa de papelão.
“Rezamos junto com um grupo de oração. Pedimos que fosse um menino, e decidimos que se chamaria Samuel, como na história da Bíblia — conta Luiz, que é pastor evangélico: — Quando abri a porta e vi o bebê, tremi todo. Estava muito nervoso e liguei para a polícia porque não sabia o que fazer”.
O casal ficou com a criança, cujo processo de adoção demorou dois anos e meio para sair.  Depois a  família foi morar nos Estados Unidos há 20 anos. E foi lá, quando Sam tinha 14, que a mãe percebeu o dom do filho. Raquel cantava na igreja evangélica que frequentava e estimulou o filho a fazer o mesmo, ao seu lado. Mas, como o sonho de Sam era ser médico, iniciou, mais tarde, o curso de Medicina numa Universidade em Worcester, em Boston. Três anos depois, largou.
“Não queria ser cantor, sou tímido. Só tomei mesmo a decisão depois de participar da edição americana do “The voice” por insistência da minha mãe” conta Sam.

Fonte: Verdade Gospel / Extra e Folha

 Criado na igreja, Sam vence ‘The Voice’ cantando música gospel
 Sam Alves é o vencedor da segunda temporada do The Voice Brasil com 43% dos votos do público. O participante interpretou “Hallelujah”, primeiramente em português e depois em inglês. Seus concorrentes na final foram Pedro Lima, Rubens Daniel e Lucy Alves. 
Samuel Alves nasceu em 03 de junho de 1989, dois dias depois foi abandonado em uma caixa de papelão na porta do então funcionário de escritório Luis e Raquel Alves, dona de casa e artista de gravação de música cristã em Fortaleza, no estado do Ceará, Brasil.
Apesar de não cantar nenhuma música gospel durante suas apresentações no programa, Sam Alves foi criado na igreja e chegou a ser selecionado como um tenor lead (principal) em uma participação em um show do cantor americano Michael W. Smith, um dos principais cantores do segmento cristão nos Estados Unidos.
A participação de Sam no evento de Michael W. Smith levou-o a ser escolhido pelo diretor do Dove Singers para interpretar Jesus em uma turnê musical na área da Nova Inglaterra durante duas semanas que antecederam a Páscoa de 2010.
Sam foi com os pais para os Estados Unidos com apenas quatro anos de idade em busca de uma vida melhor e foi criado em um estilo de vida cristão, seu pai é pastor da Igreja Batista. Sendo ensinado pela mãe para tornar-se um cantor na igreja local.
Em outubro de 2003, ele voltou para o Brasil com a mãe para trabalho missionário. Sam ajudou a construir uma nova igreja em Brasília e cantava durante os cultos sozinho ou acompanhado por sua mãe.
Ele chegou a gravar um álbum independente com a mãe em um estúdio de Brasília. O álbum foi gravado ao vivo no dia 6 de dezembro de 2006, na igreja que sua mãe construiu. Entre as canções estava a música “You Are Lord” (“Tu és Senhor”).
Ao voltar para os Estados Unidos em 2010, ele continuou a cantar em igrejas na região de New England no Canadá e também em Nova York. Depois do show ao lado de Michael W. Smith, Sam Alves foi convidado para liderar uma equipe de louvor e adoração para o grupo de jovens de uma grande igreja no centro de Massachusetts e, em poucos meses, tornou-se líder da equipe principal de louvor da igreja.
Curiosamente o cantor chegou a participar da audição às cegas da 4ª Temporada do programa da NBC “The Voice” cantando “Feeling Good” de Michael Buble, mas acabou sendo rejeitado pelos jurados.

Fonte: Gospel Prime
 

Nenhum comentário: