domingo, 28 de novembro de 2010

Polícia prende traficante disfarçado de pastor em fuga no Alemão

    Para fugir do cerco da polícia no Conjunto de Favelas do Alemão, um traficante se disfarçou de pastor evangélico e, com a Bíblia na mão, seguiu viagem rumo a Volta Redonda, no Sul Fluminense. No entanto, a fuga do criminoso foi frustrada na tarde deste sábado (27) pelos agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA).
     De acordo com o delegado da DRFA, Marcio Mendonça Dubugras, o traficante conhecido como Leandrinho chefiava a venda de drogas em Volta Redonda, Angra dos Reis e Barra Mansa, todas no Sul Fluminense. Contra Leandrinho, há seis mandados de prisão e 12 anotações crimininais.

     “Cercamos ele no acesso a Volta Redonda. Ao ser preso, ele confessou que estava no Conjunto de Favelas do Alemão e que planejou a fuga para não ser preso”, disse o delegado.
      No sábado, outros seis criminosos com funções importantes na hierarquia do tráfico foram presos. Um deles, conhecido como Playboy, é apontado pela polícia como o homem de confiança do traficante Fernandinho Beira-Mar, que cumpre pena no Presídio de Segurança Máxima de Mato Grosso do Sul.
Mãe entrega filho traficante à polícia
     Foi com frases doces e preocupação de uma mãe zelosa que Nilsa Maria dos Santos, de 53 anos, conseguiu convencer o filho Diego Raimundo Silva Santos, o Mister M, de 25 anos, a se entregar à polícia, na tarde deste sábado. O traficante, também conhecido como 50 - por ser fã do cantor americando Fifty Cent - era o segurança e braço direito de Pezão, o chefe do tráfico do conjunto de favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio.
     "Disse pra ele: Diego vamos para casa com a mamãe. E ele respondeu: 'Não, mãe. Se ficar em casa, eles vão me prender'. E eu disse: então vai comigo e seu irmão que é cristão que eu vou te apresentar na delegacia. Ele aceitou", contou dona Nilsa, mãe de dez filhos e que trabalha num trailer vendendo comida na Vila da Penha, no subúrbio do Rio.

Retomada do Complexo do Alemão.
    Policiais começaram a entrar no local às 7h59 da manhã deste domingo.  Blindados da Marinha também já estão no Complexo. Oficiais do Bope se embarcaram nos blindados e invadiram a região. Homens do Corpo de Bombeiros chegaram ao local e se posicionam perto da entrada do Complexo.
     O chefe de Polícia Civil, Allan Turnowski, declarou em entrevista por telefone à "Rede Globo", que a operação de retomada do Complexo do Alemão, Subúrbio do Rio, está acontecendo de maneira mais rápida do que era esperado. Em pouco mais de trinta minutos os agentes de segurança tomaram as regiões conhecidas como "Areal" e "Coqueiro", tidas como dois dos principais acessos ao complexo de favelas.
 
     "Estamos agindo em todas as entradas do Alemão. Já conseguimos tomar dois dos principais acessos e isso é muito importante para garantir a segurança de nossos agentes", disse o chefe de polícia.
     Ainda de acordo com o delegado, bandidos estão se escondendo dentro das casas da comunidade, o que obrigará as tropas a fazerem uma grande operação de busca nas vielas do Complexo. Dois helicópteros dão apoio à operação, um blindado para combate e outro para filmagem da operação.
     "Temos diversos mandatos de prisão para serem cumpridos. O Instituto de Identificação Félix Pacheco está com uma estrutura montada para verificação desses mandatos de prisão e das digitais de quem estiver sem documentos. Qualquer pessoa que tentar sair do Complexo será verificada", complementou. Não há informações de feridos nas operações iniciadas na manhã deste domingo.

Nenhum comentário: