quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Encontrado “Evangelho Perdido” que comprovaria relação conjugal entre Jesus e Maria Madalena

http://i2.wp.com/noticias.gospelmais.com.br/files/2014/11/a-ultima-ceia.jpg?resize=1265%2C550Um manuscrito de aproximadamente 1.500 anos foi descoberto recentemente na Biblioteca Britânica e os textos do documento afirmam que Jesus teria se casado com Maria Madalena e tido dois filhos.
Chamado de “Evangelho Perdido”, o livro foi traduzido do aramaico pelo professor Barrie Wilson e o escritor Simcha Jacobovic, em um trabalho que consumiu meses de estudos.
Essa não é a primeira vez que Maria Madalena é apontada como suposta esposa de Jesus. Há 11 anos, o escritor Dan Brown causou alvoroço no mundo todo ao afirmar em seu livro de ficção “O Código da Vinci” que Jesus e Maria Madalena haviam se casado e tido filhos, e que a descendência da família viveria na França.
Outro escritor a fazer o mesmo tipo de afirmação foi Nikos Kazantzakis, no livro “A última tentação de Cristo”, publicado em 1953.
Muitos estudiosos e teólogos dizem que a figura de Maria Madalena, presente nos Evangelhos da Bíblia e descrita como uma das seguidoras de Jesus mais empenhadas em seu ministério, não possui importância histórica e/ou simbólica na jornada do nazareno.
Nas tradições católica, ortodoxa e anglicana, Maria Madalena é considerada uma santa, justamente por seu companheirismo a Jesus, sua presença na crucificação, no funeral e por ter sido a pessoa a receber a notícia da ressurreição de Cristo de um anjo.
O “Evangelho Perdido” será apresentado à imprensa nesta quarta-feira, 12 de novembro, e será publicado pela editora Pegasus. Segundo o jornal O Globo, o manuscrito trará diversos detalhes que comprovariam a relação conjugal entre Jesus e Maria Madalena, inclusive com os nomes dos filhos que eles teriam tido.
Fonte Gospel+ Publicado por Tiago Chagas