terça-feira, 1 de julho de 2014

Vídeo de ex-travesti, convertido ao Evangelho, cortando os cabelos faz sucesso nas redes sociais

Vídeo de ex-travesti, convertido ao Evangelho, cortando os cabelos faz sucesso nas redes sociaisNa última semana um vídeo se espalhou pelas redes sociais mostrando um ex-travesti, que se converteu ao Evangelho, cortando os cabelos como testemunho de sua mudança de vida. Felipe Valentino é mineiro da cidade de Ipatinga e tornou-se travesti ainda jovem. Agora, ele vem testemunhando a mudança de direção que tomou em sua vida.
O vídeo que ganhou força viral nos últimos dias, mostrando Valentino cortando seus cabelos, foi publicado no Facebook por sua amiga Tauana Felizarda, que contou que o rapaz compartilhou com ela sua insatisfação com relação à sua conduta homossexual.
- Esse vídeo, mostra um dos momentos mais fortes e emocionantes da transformação de Deus na vida do Felipe Valentino. Ainda no ENCONTRO COM DEUS após a ministração da palestra sobre libertação, o Felipe chegou para mim e disse: “Tauana, eu não aguento mais essas roupas de mulher, eu não aguento mais o meu cabelo, preciso corta-lo!” – escreveu a amiga do ex-travesti ao publicar o vídeo.
- Neste momento glorioso estávamos eu, Pastora Aglessandra e nossa querida cabeleireira Magna! O nosso Deus é perfeito, e tudo que ele faz é perfeito também, neste vídeo a emoção e a certeza transmitida através do olhar do Felipe é algo maravilhoso… Como a Bíblia mesmo diz”: Se você está em Cristo, nova criatura é. As coisas velhas já passaram. Eis que tudo se fez novo!” – completou Tauana.
No momento do fechamento dessa matéria, o vídeo publicado por Tauana já havia recebido mais de 65 mil “curtidas” no Facebook, e já havia sido compartilhado por mais de 68 mil pessoas.
Segundo o portal Guiame, Felipe se converteu ao evangelho recentemente, através de uma programação do HopeMovement, organização que se apresenta tendo como objetivo buscar resgatar a esperança nas pessoas por meio da fé.

Assista ao vídeo do ex-travesti cortando o cabelo:

https://www.youtube.com/watch?v=GW0wYOnm6fo


Copa do Mundo: saiba quais jogadores da Seleção Brasileira são cristãos e relembre outros famosos

http://i0.wp.com/noticias.gospelmais.com.br/files/2014/06/thiago-silva-david-luiz-selecao.jpg?resize=597%2C336A presença de cristãos nos elencos da Seleção Brasileira que disputam as copas do mundo é um fato corriqueiro desde 1958. Este ano, chama a atenção a dupla titular da zaga, formada por David Luiz e Thiago Silva.
No elenco, existem outros atletas que falam abertamente de sua fé, como Hernanes, Neymar, Fred, Bernard, por exemplo.
Porém, a mídia internacional tem dado destaque para os titulares da defesa do time de Luiz Felipe Scolari. Na próxima temporada européia, Thiago Silva e David Luiz formarão a dupla titular da zaga do Paris Saint Germain.
Aos 27 anos, David Luiz tem 38 jogos pela Seleção, além de uma carreira consolidada na Europa, onde atuou pelo Benfica, de Portugal, e Chelsea, da Inglaterra, onde sagrou-se campeão da Liga dos Campeões em 2012.
Na época de Benfica, o zagueiro chamava a atenção da mídia esportiva pelos adesivos que costumava colar em seus carros, com mensagens como “Cristo é Vida” e “Deus é a fé”, segundo informações do Christian Post.
Outro fato curioso sobre a fé de David Luiz foi transmitido pelas emissoras de TV que cobriam um jogo do Chelsea em 2011, quando impôs as mãos sobre a cabeça de seu colega de time Fernando Torres antes do início da partida, e orou por ele. Durante o jogo, o atacante espanhol marcou dois gols, derrubando uma sequência de jogos sem marcar.
Thiago Silva, 29 anos, 46 jogos pela Seleção Brasileira, e visto por muitos como o melhor zagueiro do planeta, é outro que não economiza em suas demonstrações de fé. Em 2005, quando foi contratado por um time russo, adoeceu e esteve perto de perder a vida em consequência de uma grave pneumonia.
Segundo entrevistas concedidas pelo jogador, os médicos que o trataram disseram que ele estava “morto” para o futebol pois não poderia voltar a atuar profissionalmente. “Deus me salvou”, disse o zagueiro, resumindo sua recuperação física.
Recentemente, durante a preparação para a Copa do Mundo, o capitão da Seleção Brasileira participou de um culto na companhia dos amigos, incluindo a cantora Bruna Karla, e publicou uma foto no Instagram com a legenda “Tarde abençoada”.

Seleções campeãs

Nos dois últimos títulos da Seleção Brasileira em copas do mundo os elencos também tinham atletas que faziam questão de identificarem-se como cristãos. Em 1994, Jorginho e Paulo Sérgio eram os referenciais dos Atletas de Cristo. Em 2002, Lúcio e Kaká exibiam mensagens de fé em camisetas após o fim das partidas.
No primeiro título do Brasil, em 1958, Pelé com apenas 17 anos foi protagonista do time. Criado em lar católico, demonstrou princípios cristãos quando fugia do assédio das fãs suecas que assistiam aos treinos da Seleção. Em 2008, o “rei do futebol” contou numa entrevista que desviava o olhar quando se deparava com torcedoras fazendo topless.
Fonte Gospel Mais - Por Tiago Chagas

Homem alega ser imortal por ser a reencarnação de Jesus Cristo e mata seu tio com 25 tiros

Homem alega ser imortal por ser a reencarnação de Jesus Cristo e mata seu tio com 25 tirosUm rapaz que matou seu tio a tiros durante uma reunião familiar afirmou à Polícia que ele era Jesus Cristo e por isso, não poderia morrer.
Phillip Justin Markland chamou a Polícia após matar seu tio, Thomas Markland, 65 anos, dizendo que ele havia sido baleado primeiro. Quando os policiais chegaram, Philip disse que era Jesus Cristo e não podia morrer.
Os familiares disseram em depoimento à Polícia que Philip havia ficado repetindo a mesma afirmação, além de ressaltar que “em breve iria levar todos pra casa”, mas antes gostaria de “pedir desculpas pelo que ele faria a seguir”, embora “não pudesse falar sobre o assunto naquele momento”.
Antes de ser morto, Thomas chamou a Polícia e disse que ele havia atirado em Philip em legítima defesa. Enquanto explicava a situação à atendente, Thomas foi surpreendido por Philip, que disse “cala a boca” antes de disparar, segundo a gravação do serviço de emergência.
Em seguida, Philip ligou novamente para a PolÍcia e afirmou que ele havia sido baleado e também havia atirado em seu tio, Thomas. “O réu disse à atendente que ele atirou na vítima (seu tio) na ‘cabeça, peito, em toda parte’”, afirma o relatório da Polícia, de acordo com informações do Christian Today.
Philip – que é usuário de cannabbis sintética – argumentou que atirou em legítima defesa, porém a análise forense discorda. “Os tiros iniciais teriam desativado a vítima (Thomas Markland), mas os tiros fatais foram disparados contra o corpo da vítima, quando ele estava de costas para o réu (Phillip Markland). As provas físicas sugerem que a vítima foi baleada e morta de uma maneira em estilo de execução”, diz o relatório.
A autópsia encontrou 25 ferimentos à bala na vítima. A imprensa do estado norte-americano da Flórida especula se o crime teria sido cometido sob o efeito da maconha.
Fonte Gospel Mais - por Tiago Chagas

Será construída em Berlim a primeira “igreja-mesquita-sinagoga” do mundo, para unir religiões

http://i1.wp.com/noticias.gospelmais.com.br/files/2014/06/a-casa-de-um.jpg?resize=412%2C351Começou essa semana a arrecadação de fundos para um projeto ousado que está sendo projetado em Berlim, na Alemanha, para a construção de um templo que unirá as três grandes religiões monoteístas: cristianismo, islamismo e judaísmo.
O prédio, que está sendo chamado de “The House of One” (A Casa de Um, em tradução livre), será um edifício de tijolo com uma torre alta e quadrada no centro, com um pátio onde ficarão as casas de culto das três religiões: a sinagoga, a igreja e a mesquita.
A construção está sendo idealizada por representantes das três religiões, e a arrecadação de fundos será feita online, onde qualquer pessoa pode doar através da compra simbólica de tijolos que custam, cada um, 10 euros (cerca de R$30). O início das obras está previsto para quando a arrecadação atingir 10 milhões de euros (cerca de R$ 30 milhões), valor que os idealizadores acreditam que será arrecadado até 2015.
Segundo a BBC, a ideia da construção da “igreja-mesquita-sinagoga” partiu dos cristãos. O pastor protestante Gregor Hohberg, explica que a Casa será construída no local onde ficava a Igreja de St Petri, primeira igreja de Berlim, que data do século 12 e foi duramente atingida no final da Segunda Guerra Mundial.
- Sob o mesmo teto: uma sinagoga, uma mesquita e uma igreja. Queremos usar esses espaços para nossas próprias tradições e orações. E juntos queremos usar a área central como um espaço de diálogo e de discussão e também para aqueles não tem fé – explicou Hohberg.
- Berlim é uma cidade onde pessoas de todo o mundo se reúnem e nós queremos dar um bom exemplo de união – completou.
O rabino Tovia Ben Chorin, um dos idealizadores do projeto, destacou a importância histórica da escolha da capital alemã para a construção do projeto. O prédio será erguido na região de Petriplatz, no coração de Berlim.
- Do meu ponto de vista judaico, a cidade que planejou o sofrimento dos judeus agora é a cidade que está construindo um centro para as três religiões monoteístas que moldaram a cultura europeia – afirmou Chorin.
O imã Kadir Sanci, líder muçulmano envolvido no projeto, afirma que A Casa de Um é “um sinal para o mundo de que a grande maioria dos muçulmanos é pacífica e não violenta”. Ele afirma ainda que a “igreja-mesquita-sinagoga” será um lugar onde diferentes culturas poderão aprender umas com as outras.
Religiosos responsáveis pelo projeto
Religiosos responsáveis pelo projeto

Semelhança arquitetônica

O arquiteto Wilfried Kuehn, responsável pelo projeto, explica que cada uma das três áreas da construção terá o mesmo tamanho, mas um formato diferente para atender cada uma das religiões.
- Cada um dos espaços foi projetado de acordo com as necessidades do culto religioso, com as particularidades de cada fé. Por exemplo, há dois andares na mesquita e na sinagoga, mas apenas um na igreja. Haverá um órgão na igreja. Teremos um lugar onde se possa lavar os pés na mesquita – detalhou Kuehn.
- O que é interessante é que, quando você volta um tempão atrás, observa-se que eles compartilham uma série de tipologias arquitetônicas. Eles não são tão diferentes. Não é necessário, por exemplo, que uma mesquita tenha um minarete; essa é apenas uma possibilidade, não uma necessidade. E uma igreja não precisa ter uma torre. Eu estou falando de voltar às origens, quando essas três religiões estavam perto e compartilhavam arquitetonicamente de muitas coisas – completou o arquiteto, ressaltando ter ficado surpreso com a semelhança entre os locais de culto das três religiões.
fonte Gospel mais - Por Dan Martins